Os filmes de animações podem ser bons instrumentos de trabalho porque abordam questões comportamentais, culturais e sociais de uma forma lúdica. Mas, não basta exibir o filme aos estudantes, é imprescindível ter um bom planejamento para que essa abordagem seja efetiva em sala de aula.

Os planos de aula a seguir estão disponíveis no portal NET Educação. Como é um excelente material, trouxemos para o Sala Aberta para ampliar sua divulgação.

Vale destacar ainda que alguns desses filmes estão disponíveis no Porta Curtas, site que é um repositório de curtas metragens para todas as idades. Uma ótima dica para quem trabalha com o audiovisual em sala de aula.

Educadores, acessem e aproveitem!

Frankenstein Punk

O curta de Cao Hamburger e Eliane Fonseca (1986) é uma ótima oportunidade para discutir gêneros do cinema, preconceitos e conflitos culturais. Frank – o protagonista da história – é uma criatura diferente, nascida ao som da música “Singing in the rain”. Certo dia, ele decide partir em busca da sua felicidade. Os estudantes podem ainda conhecer a técnica de stop motion e seu uso em filmes de animação. “Frankenstein Punk” tem 12 minutos e foi o grande premiado do Festival de Gramado de 1986. >>Acesse o plano de aula.


Rua das Tulipas

Paulino é um inventor que cria soluções para os problemas de seus vizinhos, os moradores da Rua das Tulipas. Até que ele descobre que faltava realizar o sonho de uma pessoa. A animação, de apenas dez minutos, é dirigida por Alê Camargo e estimula a reflexão sobre a relação entre ciência, tecnologia e a realização de sonhos. Também permite abordar as grandes invenções da humanidade e o papel social do cientista. >>Acesse o plano de aula.


O Menino e o Mundo

Triste pela ausência do pai, um menino abandona a sua aldeia para descobrir um universo fantástico, no qual máquinas-bichos e seres estranhos se fazem presentes. Recomendada para alunos do ensino médio, a animação de Alê Abreu pode render discussões sobre trajetórias familiares e sua relação com o cenário social de desigualdades. A dica é apostar em uma atividade transdisciplinar, uma vez que o pano de fundo da cultura latino-americana presente no filme pode dialogar com disciplinas como história, geografia, sociologia e filosofia. “O Menino e o Mundo” foi a primeira animação brasileira indicada ao Oscar, em 2016. >> Acesse o plano de aula.


Turma da Mônica – Uma Aventura no Tempo

Franjinha constrói uma máquina do tempo com moléculas dos quatro elementos da natureza: ar, água, fogo e terra. Porém, um acidente faz com que os elementos sejam enviados para épocas distintas, cabendo à Turma da Mônica resgatá-los. Por meio da animação, os estudantes do ensino fundamental I podem ser convidados a pensar sobre tempo histórico e cronologia, assim como consciência ambiental. Disciplinas como artes, ciências e língua portuguesa são combinadas nessa empreitada. >> Acesse o plano de aula.


Up – Altas Aventuras

A animação produzida pela Disney-Pixar narra a história de Carl Fredricksen, um velho vendedor de balões que está prestes a perder a casa na qual viveu com sua falecida esposa e ser transferido para um asilo. Ele decide, então, fugir amarrando sua residência aos milhares de balões. Contudo, descobre que o seu vizinho Russell, de oito anos, embarcou junto. O relacionamento entre pessoas de gerações diferentes e o envelhecer são dois aspectos importantes que podem ser resgatados a partir do filme, indicado principalmente para alunos do ensino fundamental II. Já o funcionamento dos balões e as leis da gravidade podem ser explorados para a aprendizagem de física. >> Acesse o plano de aula.


Os Três Inventores

Esta animação francesa de 1980 mostra três inventores que criaram belas máquinas. Porém, quando eles as levam a público, suas invenções são rejeitadas. O plano de aula tem como objetivo abordar com alunos do fundamental I as mudanças políticas, sociais e tecnológicas que enfrentaram resistências e perseguições ao longo da história. Além disso, ajuda a despertar o interesse por inventores e seus processos que contribuíram para a evolução da humanidade. >> Acesse o plano de aula.


Festa no céu

Uma turma de crianças bagunceiras é “punida” com a visita a um museu, onde um guia diferente os apresenta o “Livro da Vida”. Uma das histórias presentes na publicação fala das tradições mexicanas e envolve três mundos. A cultura mexicana, sua relação peculiar com a morte e a condição feminina na sociedade são temas a serem explorados por esse plano de aula, que pode aliar história, artes, língua espanhola e língua portuguesa. Ele é recomendado a alunos do ensino fundamental I e II. >> Acesse o plano de aula.


Histórias da unha do dedão do pé do fim do mundo

A animação de oito minutos é baseada nos poemas de Manoel de Barros, no qual a brincadeira com as coisas e as palavras constroem imagens poéticas e inusitadas. O curta é uma ótima ferramenta para apresentar às crianças do ensino fundamental a poesia do autor e outros poetas, assim como discutir o papel da imaginação na criação de brincadeiras e a função das metáforas. >> Acesse o plano de aula.


Silly Symphony – Music Land

A animação de 1935, produzida por Walt Disney, mostra o amor entre a princesa da “Terra da Sinfonia” (um violino) e o príncipe da “Ilha do Jazz” (um saxofone). O professor de educação artística pode utilizar o filme para apresentar diversos instrumentos musicais e sua forma de funcionamento; distinguir o grave do agudo e ainda aprofundar os conceitos da cultura musical a partir do jazz e da música erudita. >> Acesse o plano de aula.


Fonte: NET Educação

Planos de aula para ensinar a partir de filmes de animação
Tweet about this on TwitterShare on Facebook2.4kShare on Google+3Share on LinkedIn2

Comentários

comentários

Classificado como: