Livro relata experiências de pesquisas em tecnologia e educação

Tweet about this on TwitterShare on Facebook0Share on Google+0Share on LinkedIn0

Pesquisadores pernambucanos uniram seus esforços de pesquisa e produção textual para produzir a obra “Experiências de pesquisas em tecnologia e educação”. O livro apresenta os primeiros resultados das investigações desenvolvidas no Grupo de Estudos e Pesquisas em Práticas Educacionais Tecnológicas (GEPET), vinculado ao Campus Salgueiro do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF-Sertão).

A publicação traz quatro capítulos com diferentes abordagens, incluindo Recursos Educacionais Abertos e Software Livre, práticas de avaliação e letramento e uma análise específica sobre gêneros textuais discursivos em material didático.

livro-pipa-02

Organizado por Francisco Kelsen de Oliveira e Kélvya Freitas Abreu, ambos pesquisadores do IF-Sertão, o livro é importante recurso educativo, além de instrumento de difusão e estímulo da produção científica na área da Educação, em desenvolvimento no interior do estado de Pernambuco.

A obra contou com a colaboração do pesquisador Alex Sandro Gomes, do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco, o que garantiu o diálogo entre pesquisadores e a troca de experiências entre os projetos desenvolvidos no sertão e na capital.

O livro está disponível para venda em formato impresso e digital na Livraria da Pipa. Os interessados podem aproveitar a promoção de lançamento, com preços reduzidos, até o final de fevereiro.

Quer ganhar um exemplar do livro “Experiências de pesquisas em tecnologia e educação”?
O Sala Aberta e a Pipa Comunicação vão presentear um leitor sortudo com esta obra. Para concorrer, complete a frase:
Eu mereço ganhar este livro porque…
As respostas devem ser postadas nos comentários deste post até amanhã, dia 04 de fevereiro de 2016.

 

A melhor resposta que levou o livro foi:

“Eu mereço ganhar este livro porque não criamos ou fazemos tudo sozinhos. Ler experiências exitosas e sugestões de colegas que pensam a tecnologia na educação não só motivará, como também despertará em nós ideias inovadoras. Às vezes, aquela ideia que transformará várias realidades está guardada em algum lugar em nós. O que falta é a provocação”. (Liliane Lopes de Lucena)

 

 

Voltar ao topo