Google lança versão de buscador para crianças

kiddle-03Uma notícia está percorrendo as redes nos últimos dias: a nova ferramenta de buscas lançada pelo Google para uso das crianças: o Kiddle (ww.kiddle.co).

Então, nós do Sala Aberta fomos investigar mais a respeito, e descobrimos que a ideia é boa, pois o objetivo é controlar e filtrar o que as crianças buscam na Internet.

No Kiddle o visual é diferenciado, mais lúdico, mais divertido, para atrair mesmo a atenção das crianças. E as buscas podem ser filtradas por: web (mais geral), imagens, notícias e vídeos. Os resultados também são exibidos com fonte e imagens grandes, o que facilita a leitura das crianças. E o mascote é um “robô” em uma representação bem infantil.

Teoricamente, caso a criança busque palavras inapropriadas, aparecerá um alerta na tela, ou seja, os resultados deveriam ocultar opções enganosas ou com material para adultos (nudez, violência, drogas e outros), mas fizemos alguns testes e não funciona muito bem, pelo menos por enquanto.

De acordo com o site TechTudo, na busca do Kiddle alguns termos de pesquisa são totalmente bloqueados e exibem apenas um alerta, sendo indicados como “bad words” (palavras ruins, em português) – como na imagem abaixo divulgada no site Incrível Club, que também fez testes para saber a eficácia do buscador -, tais como “sexo” e até o nome de algumas celebridades do entretenimento adulto, como Pamela Anderson e a revista “Playboy”. Sobre a privacidade, o site afirma não coletar dados e os registros identificados são apagados dos servidores a cada 24 horas.

kiddle-01

No entanto, o principal problema que encontramos é que a ferramenta está disponível apenas em inglês. Ou seja, não adianta digitar uma palavra em português porque o filtro não funciona mesmo. E ainda não tem uma garantia de busca 100% segura.

Contudo, essa ferramenta ainda é nova, então vamos dar um tempo para os desenvolvedores. 😉 Acreditamos que, superadas as barreiras, vai ser muito útil para nossos “pequenos”, e para os pais e professores desses “pequenos” também.

 

Voltar ao topo
Visit Us On FacebookVisit Us On TwitterVisit Us On YoutubeVisit Us On Instagram