#vamosler] Jovens do CRAS opinam sobre o atraso nas obras da ‘Arena Multiuso’, em Ponta Grossa

Adolescentes discutem o uso de dinheiro público em obras inacabadas e reclamam de falta de investimentos para as áreas de lazer nos bairros, prejudicando a população

Adolescentes mostram as péssimas condições da área destinada à prática de esportes, em seu bairro
Adolescentes mostram as péssimas condições da área destinada à prática de esportes, em seu bairro

Por Talita Moretto

Os adolescentes participantes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) – Unidade Sabará, em Ponta Grossa, discutiram sobre a notícia “Arena Pauta discussão na Câmara”, durante a aula de Direitos Humanos com os professores Marcelo França Kaiut e Maria Cecília de Campos Silva. Eles abordaram o desperdício de tempo e de dinheiro, a inutilidade da obra e como a população deve reivindicar os seus direitos junto aos políticos da cidade.

“A questão que colocamos aos jovens foi se o recurso investido na obra da Arena poderia ter sido gasto ou investido em outras obras em prol da população. Assim, levantamos a necessidade de áreas destinadas ao esporte e ao lazer na região do Sabará e discutimos sobre como levar estas reivindicações ao conhecimento do poder público”, explica Kaiut. A discussão foi intensa e os jovens puderam opinar a respeito tendo como referência a sua própria comunidade.

A aluna Célia Rafaela Ianque revela a crítica geral do grupo, de que o dinheiro gasto na obra poderia ser melhor investido em benefício da população. “Se os políticos tivessem um pouco de bom senso, esse dinheiro que gastaram poderia ser investido em muitos parques, praças, mini-ginásios e academias, pois no bairro do Sabará, por exemplo, não há recurso de lazer para a população”, reforça.

O adolescente David Patrick dos Santos complemente: “para realizar as atividades esportivas, tem um campo de terra que está em péssimo estado de conservação. O único espaço que temos para a atividade física é o ginásio de esportes do bairro Santa Paula”, revela.

No momento, os adolescentes lembraram do anúncio – feito no final de 2013 – sobre a construção de um Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), que será no terreno ao lado do CRAS. “Promessa esta que os adolescentes esperam que não seja tão demorada quanto está sendo a construção e a entrega da Arena, e que as especificações das quadras sejam discutidas antes da conclusão da obra, para que esta não venha a ser mais um motivo de revolta da população”, frisa Kaiut.

Entenda a situação: As obras da Arena Multiuso, em Ponta Grossa, começaram em 2008. O prazo inicial de entrega era março de 2009, mas foi prorrogado dez vezes. Um impasse judicial entre a empreiteira Endeal Engenharia e a Prefeitura paralisou as obras. O custo inicial da Arena era R$ 7,2 milhões, mas com cinco aditivos de valores, chegou o  investimento está em R$ 8,8 milhões.

Esta matéria é referente à atividade realizada através do Programa Jornal e Educação “Vamos Ler”, coordenado por mim desde 2008. Retrata uma das inúmeras discussões críticas acerca de assuntos da sociedade. Momentos como esse são oportunizados aos alunos quando existe um diálogo entre mídia e educação. Foi publicada na edição impressa e na online do Jornal da Manhã – com circulação diária e regional -, no dia 15 de abril de 2014.  

Voltar ao topo
Visit Us On FacebookVisit Us On TwitterVisit Us On YoutubeVisit Us On Instagram