Aplicativo usa inteligência coletiva para ajudar professores da Educação Básica

Tweet about this on TwitterShare on Facebook69Share on Google+0Share on LinkedIn0

A Mupi Tecnologia e Serviços de Informação, empresa spin-off da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), está desenvolvendo um aplicativo que usará inteligência coletiva para ajudar os professores da Educação Básica a preparar aulas e avaliações. Trata-se de uma biblioteca virtual inteligente que aprimorará filtros para facilitar a busca de materiais didáticos na rede, além de promover o compartilhamento dos materiais produzidos pelos próprios professores, incluindo desde textos, exercícios, questões de avaliações, slides, vídeos até planos completos de aulas.

“As ferramentas que planejamos para a plataforma facilitarão o processo de criação de materiais por professores e também a organização dos materiais que eles já possuem e desejam compartilhar com outros docentes. Cada professor terá sua própria área e todo o material inserido pode ser público ou privado, o professor quem define”, conta a sócia da Mupi, Paula Furtado.

A ferramenta também trará avaliação de qualidade dos materiais e facilitará sua adaptação às necessidades de cada docente, além de trazer sugestões de acordo com o perfil de cada usuário.

O aplicativo prevê ainda que os professores que compartilharem seus materiais sejam remunerados cada vez que um colega utilizá-los. “Nosso objetivo é que os professores sejam beneficiados financeiramente pelos materiais que produzem, considerando que eles estão sempre produzindo com muita qualidade. Uma forma que achamos interessante é a compra e a venda de materiais entre a própria comunidade de professores. Por exemplo: Eu, como professora, tenho uma lista com cinco questões sobre uma determinada obra literária. No sistema, eu poderei vender essa lista a um preço acessível a outros professores do Brasil que também estejam trabalhando com essa obra”, explica Paula.

Desta forma, a plataforma terá usos gratuito e pago, considerando que o objetivo dos desenvolvedores é fomentar formas de economia compartilhada em conjunto com os professores.

A versão piloto do aplicativo MasterAula será lançada agora em abril para um grupo fechado de professores. As ferramentas serão implementadas aos poucos, de acordo com as principais demandas da comunidade docente. O acesso geral será liberado ainda este ano, inicialmente como uma ferramenta web, que pode ser facilmente utilizada em tablet e celulares por ser uma plataforma responsiva. O aplicativo para Android já está sendo desenvolvido. Ainda não há previsão para IOS.

Você é professor (a) e deseja participar dos grupos que testarão a versão piloto?
Então preencha o formulário e aguarde o contato dos desenvolvedores: https://goo.gl/forms/TZfmNSpafp9R88h63
Sobre a Mupi

Empresa criada em 2015 voltada à formação continuada de professores para uso de tecnologia em sala de aula. É resultado do estudo de viabilidade do projeto “Sistema Educacional Online Para o Ensino Híbrido”, que teve apoio do Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) da FAPESP e resultou no primeiro protótipo. Seu objetivo é sanar gargalos da educação básica, abrindo caminho para avançar na implementação do ensino híbrido, no qual os professores usariam tecnologias digitais em atividades presenciais e a distância com seus alunos.

Site institucional: mupi.me
Site dos cursos: tecsaladeaula.com.br
e-mail: contato@mupi.me
Telefone: (19) 4042.0996


>>Mais informações no site da FAPESP.

Voltar ao topo